Quais são as tendências fiscais para o futuro? Confira dicas!

Não somente a área fiscal vem se transformando por conta das inovações tecnológicas. Hoje isso traz cada vez mais automação aos processos do setor. Para auxiliar na modernização, novas ferramentas estão surgindo. Mas quais avanços devem ser levados em conta? Quais são as tendências fiscais dos próximos anos?

As respostas para essas perguntas estão todas em um infográfico que preparamos especialmente para você! Para acessar ao conteúdo exclusivo e totalmente gratuito, clique aqui.

Além disso, preparamos uma lista com as principais tendências para o mercado fiscal de 2020, baseando-se em pesquisas do setor. Continue lendo para conhecer quais são!

Automação de processos

A digitalização está promovendo a facilitação de processos nas empresas. A digitalização economiza até 65% do tempo do empresário, segundo pesquisa do World Economic Forum (WEF). São diversos softwares que podem ajudar a sua instituição a se modernizar, ou seja, automatizar processos.

Isso significa que investir em novas tecnologias pode trazer mais rapidez e inteligência, reduzindo tempo de trabalho e erros. Com o cenário de crise atual e com o mercado cada vez mais competitivo, diminuir o tempo de processos não é somente eficaz, mas também uma necessidade.

Segundo uma pesquisa da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), em até 2025, 80% da população já terá se digitalizado.

Dados na nuvem

Para te auxiliar no armazenamento e facilitar o gerenciamento de documentos fiscais, as ferramentas de hoje já utilizam o armazenamento em nuvem de maneira eficaz. Este tipo de repositório fiscal garante a segurança dos seus documentos, seu fácil acesso e backups de dados.

Uma pesquisa realizada pelo GlobalData em 2017, que ouviu cerca de 340 executivos de tecnologia ao redor do mundo, apontou que 94% das empresas brasileiras terão adotado as tecnologias de soluções na nuvem até 2020. Ou seja, a transformação digital em nuvem é quase um caminho sem volta.

Gerenciamento de documentos

Além de guardar os documentos de maneira segura, é possível automatizar a emissão de documentos com plataformas que otimizam este processo. A tendência é perder cada vez menos tempo emitindo notas e conseguir monitorá-las facilmente.

Empresas passam quatro semanas por ano, ou seja, gastam 1 mês apenas procurando documentos, segundo pesquisa realizada pela ABGD (Associação Brasileira das Empresas de Gerenciamento de Documentos.

Sistema ERP

Este tipo de sistema era normalmente usado somente por grandes empresas, mas com as mudanças tecnológicas este serviço está se tornando cada vez mais acessível. Os sistemas ERP fazem a integração de processos de vendas, finanças, estoque, emissão e entrada de documentos, tudo isso em um único sistema. Além disso, ele ajuda em uma melhor comunicação entre os departamentos da empresa.

A cada 12 segundos um documento é perdido nas empresas, o que poderia ser evitado com sistemas ERP que fazem a integração de processos, segundo a mesma pesquisa da ABGD,


Em conclusão, a transformação digital, assim como dito anteriormente, é um caminho sem volta. Os benefícios são surpreendentes e devem ajudar as empresas que estiverem interessadas em melhorar seus resultados.

Ainda dá tempo de baixar gratuitamente o infográfico com os dados que dão base ao texto que você acabou de ler! Acesse e compartilhe com seus colegas do setor!

A sua empresa pensa em se transformar digitalmente? A Online Applications pode te ajudar! Conheça nossas soluções fiscais e transforme o seu negócio!

Marketing

Criada em 2016, a equipe de marketing da Online Applications produz conteúdos para os blogs Onbusca e OnlineApp. A equipe é formada por Daniel Peres (coordenador), Gustavo Fernandes e Ruth Silva (design), Larissa Silva e Livia Silva (produção de conteúdo) e Nathalia Andrade (análise de dados).

Share
Marketing

Criada em 2016, a equipe de marketing da Online Applications produz conteúdos para os blogs Onbusca e OnlineApp. A equipe é formada por Daniel Peres (coordenador), Gustavo Fernandes e Ruth Silva (design), Larissa Silva e Livia Silva (produção de conteúdo) e Nathalia Andrade (análise de dados).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *