Por que fazer o gerenciamento de riscos no transporte de cargas?

Em todas as áreas empresariais um dos principais objetivos é evitar prejuízos. Focando um pouco mais no setor de transportes, há muitas formas de reduzir ou evitar custos. Problemas estes, como por exemplo o mal armazenamento de produtos.

É por isso que o gerenciamento de riscos no transporte de cargas é essencial, ele prevê determinados problemas que podem ser evitados, como também propõe medidas para solucioná-los.  

Para que você entenda melhor quais são os riscos que estamos tratando em transportes, alguns deles são: acidentes nas vias; roubos de cargas; multas; estradas ruins; e o mal armazenamento de cargas citado anteriormente.

A essência do gerenciamento de riscos é literalmente prever e antecipar soluções possíveis para os riscos que a sua empresa corre, afinal, nem todos eles podem ser 100% evitados. Tendo uma lista e conhecendo quais são os perigos, fica mais fácil resolvê-los.

Leia também: Otimização da frota: aprenda como melhorar com 5 dicas

Por que fazer o gerenciamento de riscos?

Se você ainda não se convenceu de que investir em gerenciamento de risco é necessário, entenda que nenhuma empresa sobrevive sem planejamento. Isso é algo universal, todos fazem.

Entretanto, é sempre bom estar à um passo a frente da concorrência. Ao fazer o gerenciamento de riscos, você estará.

Minimizando seus problemas, seus casos negativos, você conseguirá diversos benefícios para a sua transportadora. Lembre-se que quanto melhor planejado, menores os riscos e impactos de situações ruins.

É um investimento que será feito na transportadora, aumentando seu sucesso na resolução de problemas.

Gerenciando os riscos

Podemos considerar essa parte como a mais simples, pois consiste em mapear quais são os problemas possíveis de ocorrer. Vamos retomar algumas das ameaças ao seu negócio:

  • Atrasos nas entregas;
  • Roubos de cargas;
  • Estradas ruins;
  • Acidentes e violência nas estradas;
  • Multas;
  • Apreensões;
  • Armazenamento incorreto de produtos;
  • Extravios de cargas.

Para melhorar a execução das rotas, evitar perdas e solucionar problemas, é essencial começar analisando os problemas com base em dados já coletados. Por isso é tão importante identificá-los.

O próximo passo é estruturar um plano de ação. Nesta etapa, você irá construir sua estratégia com tudo que for necessário para conter os riscos.

Existem algumas ferramentas que podem auxiliar na otimização da frota, mapeamento as melhores rotas, por exemplo. A tecnologia será sua aliada.

Esse processo ajudará a efetuar as entregas de acordo com a expectativa dos clientes, mesmo em casos de ocorrência de problemas no caminho. Gerenciando riscos a qualidade da entrega é garantida, evitando atrasos e produtos danificados.  

O gerenciamento de riscos é um conjunto de práticas que irão ajudar a sua transportadora a solucionar problemas por meio de um planejamento de qualidade.

Marketing

Criada em 2016, a equipe de marketing da Online Applications produz conteúdos para os blogs Onbusca e OnlineApp. A equipe é formada por Daniel Peres (coordenador), Gustavo Fernandes e Ruth Silva (design), Larissa Silva e Livia Silva (produção de conteúdo) e Giovanna Concon (análise de redes sociais).

Share
Marketing

Criada em 2016, a equipe de marketing da Online Applications produz conteúdos para os blogs Onbusca e OnlineApp. A equipe é formada por Daniel Peres (coordenador), Gustavo Fernandes e Ruth Silva (design), Larissa Silva e Livia Silva (produção de conteúdo) e Giovanna Concon (análise de redes sociais).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *