Aprenda a implantar a logística verde na sua empresa!

A maior parte das empresas buscam o lucro a todo custo, muitas vezes sem se preocupar com o meio ambiente– o que mais sofre neste cenário. Foi assim, para tentar amenizar tantos danos ambientais, que nasceu o conceito de logística verde. Este processo busca, por meio de políticas e medidas sustentáveis, reduzir o impacto causado pelo setor logístico.

Diferente da logística tradicional, que costuma não olhar para a sustentabilidade, a verde tem como o objetivo equilibrar os lucros e preservar o meio ambiente. Assim, são aplicados métodos sustentáveis desde o despacho de mercadorias e em todo o transporte. Com o uso de certas ferramentas, essas práticas ajudam a reduzir a geração de lixo e emissão de poluentes.

Mas como conseguir equilibrar os lucros e preservar o meio ambiente ao mesmo tempo? Quais são as políticas ambientais que devo utilizar? Continue lendo para ver as respostas para essas perguntas e entender mais sobre a logística verde!

Os objetivos e benefícios da logística verde

Nos últimos anos a preocupação com o meio ambiente vem crescendo, o que torna a logística verde ainda mais importante para empresas do setor. Este tipo de logística sustentável tem como objetivos:

  • Reduzir a poluição do ar, solo, água e sonora;
  • Reduzir a emissão de carbono no transporte;
  • Uso racional de recursos.

Também há muitos benefícios para as empresas que resolverem implantar a logística verde. Entre elas, a redução de custos. Isso está relacionado com a forma como os recursos são utilizados, onde há a opção de retornar embalagens e reutilizar certos materiais. Além do corte dos custos, também é ótimo para a imagem da empresa, aumentando sua credibilidade. Hoje os consumidores se preocupam com as causas que as marcas apoiam e mais com a sustentabilidade.

Desafios da logística verde

Todos temos em mente que a logística não é um setor muito ligado a sustentabilidade. Há alguns obstáculos que ainda o impedem de implementar certas políticas favoráveis ao meio ambiente. Vamos citar algumas delas agora:

  • Falta de infraestrutura e regulamentações;
  • É necessário investimento para implantá-la;
  • Dependência de combustíveis fósseis no transporte;
  • Tráfego de veículos que não operam com cargas completas, resultando em mais viagens.

Como aplicá-la?

Muitas medidas podem ser adotadas para transformar os seus processos logísticos mais alinhados ao meio ambiente. A primeira coisa que deve ser feita é incluir a logística verde nas políticas da empresa, para que as informações fiquem amplamente disponíveis para todos os colaboradores.

Além disso, na hora de abastecer a empresas com produtos, a sustentabilidade já deve ser levada em conta. Por exemplo, compra de embalagens que sejam ecológicas, diminuir o uso de plástico e levar em consideração a localização do fornecedor, priorizando os mais próximos.

A gestão de frotas também deve ser mais eficiente, limitando assim adquirir veículos muito poluetes. Além de utilizar sistemas que buscam rotas de entrega mais precisas, buscando reduzir as emissões globais. Outra medida é reciclagem de resíduos, estabelecendo quais podem ser reciclados e diminuindo o uso de papel.

Melhorar também os processos de gestão dentro do estoque é uma boa opção, reduzindo o deslocamento de mercadorias, previnindo danos no estoque e evitando que eles estragem.

Logística verde x logística reversa

São tantas nomenclaturas diferentes na logística que as vezes podemos fazer confusão. Logística verde é a mesma coisa que logística reversa? Não é, mesmo que se relacionem. Embora ambas sejam preocupadas com o meio ambiente, as duas são diferentes.

Enquanto a logística reversa fica responsável pela devolução de produtos e retorno comercial, a verde se preocupa com a redução de embalagens e com o redução de poluentes na logística.

Em resumo, a logística verde foi criada para reduzir danos ambientais causados pelo setor logístico desde a sua ciração. Entre os seus principais benefícios, temos a redução da emissão de poluentes e redução de custos desnecessários. Gostou das dicas? Conta pra gente o que você acha da logística verde!

Marketing

Criada em 2016, a equipe de marketing da Online Applications produz conteúdos para os blogs Onbusca e OnlineApp. A equipe é formada por Daniel Peres (coordenador), Gustavo Fernandes e Ruth Silva (design), Larissa Silva e Livia Silva (produção de conteúdo) e Nathalia Andrade (análise de dados).

Share
Marketing

Criada em 2016, a equipe de marketing da Online Applications produz conteúdos para os blogs Onbusca e OnlineApp. A equipe é formada por Daniel Peres (coordenador), Gustavo Fernandes e Ruth Silva (design), Larissa Silva e Livia Silva (produção de conteúdo) e Nathalia Andrade (análise de dados).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *