Inteligência Artificial integrada ao departamento tributário e fiscal

Muita gente talvez nunca tenha pensado que pode existir a junção da Inteligência Artificial (AI) com a área tributária e fiscal das empresas. Hoje já existem ferramentas digitais que nasceram com a finalidade de ajudar a área a melhorar os seus processos com a tecnologia.

Quando falamos em Inteligência Artificial no departamento fiscal e tributário, precisamos entender o contexto histórico em que estamos. O avanço da tecnologia permitiu a automação de processos que antes só eram feitos manualmente, o que é um ponto de extrema importância. Por que continuar fazendo trabalhos manuais que levam tempo se há a opção de automatizar a sua empresa e consequentemente melhorar a sua produtividade?

Acompanhe o artigo para descobrir os benefícios da Inteligência Artificial nos departamentos fiscais e tributários. Boa leitura!

Antes, vamos definir o que é Inteligência Artificial

Muitos associam a AI com robôs humanoides que são programados para serem iguais a nós, e talvez um dia até dominem o mundo. Mas isso é papo de ficção científica, fique tranquilo. A Inteligência Artificial já está presente no nosso dia a dia, sabia?

Alguns exemplos disso são os sistemas de reconhecimento de voz que provavelmente está presente no seu smartphone, ou propagandas personalizadas nas redes sociais ou e-mail.

Em resumo, a AI é uma vertente da ciência da computação em que são desenvolvidas algumas capacidades humanas, como o raciocínio, tomada de decisões e aprendizado. Ou seja, é um sistema de autoaprendizagem. Para isso é necessário uma alta quantidade de dados, o que já temos hoje e faz com que o ambiente seja favorável para a AI. Com essa massa de dados disponíveis, os sistemas irão aprender a reconhecer nuances e diferentes ambientes.

Portanto pensando na área fiscal, a Inteligência Artificial é extremamente útil. Cálculos de impostos e de pagamentos passam a ser automatizados e o seu tempo nestas atividades se reduz.

Benefícios para a área fiscal e tributária

Como sabemos, a rotina dos departamentos fiscais contém diversas atividades que devem ser entregues nas datas corretas. Entre as atividades mais recorrentes temos a emissão de notas fiscais, cálculos e apuração de imposto, cadastro de produtos e diversas outras. Sabemos que se essas tarefas não forem realizadas, haverá consequências negativas na empresa.

Focando nos benefícios da AI, um deles é contribuir para que uma série de atividades levem menos tempo para serem entregues. Vamos te mostrar alguns dos outros benefícios da implantação dela no seu departamento fiscal:

  1. Processos mais eficientes: Com a automatização, os processos fiscais passam a ser feitos em menos tempo. Assim os colaboradores podem utilizar o tempo em atividades mais importantes.
  2. Menor incidência de falhas humanas: Mesmo que ocorram com pouca incidência, ainda sim é possível cometê-las. Por isso ao automatizar o departamento, falhas como erro de digitação ou cálculos não acontecem mais.
  3. Redução de custos: Com a menor incidência de falhas, diminuição de tempo em certas atividades e processos mais eficientes, é possível sim poupar gastos.

Como você leu anteriormente, a automatização dos processos fiscais e tributários nas empresas traz diversos benefícios. A ajuda da Inteligência Artificial é um bom aliado para a transformação digital dos negócios.

O Smart, produto desenvolvido pela Online Applications, é uma plataforma de gestão e emissão completa de documentos fiscais. O gerenciamento inteligente pode ser uma opção viável para a automatização do seu departamento fiscal.

Marketing

Criada em 2016, a equipe de marketing da Online Applications produz conteúdos para os blogs Onbusca e OnlineApp. A equipe é formada por Daniel Peres (coordenador), Gustavo Fernandes e Ruth Silva (design), Larissa Silva e Livia Silva (produção de conteúdo) e Nathalia Andrade (análise de dados).

Share
Marketing

Criada em 2016, a equipe de marketing da Online Applications produz conteúdos para os blogs Onbusca e OnlineApp. A equipe é formada por Daniel Peres (coordenador), Gustavo Fernandes e Ruth Silva (design), Larissa Silva e Livia Silva (produção de conteúdo) e Nathalia Andrade (análise de dados).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *