7 Dicas de como driblar uma crise empresarial ou o início dela

Crise, é definida no dicionário como: um momento de desordem. Mesmo sendo uma palavra tão pequena, causa aversão na maioria dos empresários brasileiros.

Há muitos fatores que podem desencadear uma crise empresarial interna, como má gestão de recursos ou externa, que afetam diretamente o mercado, ao qual a empresa está inserida.

Em momentos difíceis, como esse, é importante que o gestor identifique e planeje como passará por esta etapa. Mesmo vista como ruim, a crise pode provocar o amadurecimento e talvez o crescimento da empresa.

Por isso, nada de pânico, tudo vai depender do seu planejamento.

É comum a tomada de medidas precipitadas, que terão consequências que impactarão e refletirão por um bom tempo. Pois como sabemos, o que está ruim pode piorar.

Para que você não caia nessa armadilha, preparamos uma lista de itens que podem te ajudar a passar por essa fase/período da empresa. Mas você não precisa esperar o início de uma crise para pôr em prática essas dicas.

Elas podem ser usadas de maneira preventiva, para evitar a crise.

Estar em uma crise não é o fim do mundo, desde que você saiba se adaptar as mudanças, fique atento a essas dicas:

Faça um balanço da empresa


É hora de tomar decisões, a primeira coisa a ser feita deve ser um balanço geral de todas as contas e gastos.

Por isso, uma sugestão, organize-se em uma planilha. Faça duas colunas, distinguindo gastos fixos e as variáveis, e não esqueça que tudo deve ser levado em conta. Este é o básico e essencial.

Esta planilha tem que ser levada a sério. O fato dela existir não garante o controle/resultado. Ela precisa ser alimentada, monitorada e avaliada constantemente. Trabalhar na prevenção é muito mais fácil do que na correção.

Compare os gastos com o faturamento


Com a planilha de “gastos” em mãos, chegou a hora de planilhar o faturamento da empresa. Considere diferentes períodos, podendo ser mensal, semestral e anual. Se sua empresa opera nas sazonalidades leve-as em conta.

Chegou a hora da verdade, compare gastos e faturamento, levando em consideração que o faturamento poderá cair em uma crise, os valores devem ter uma considerável distância, o que queremos encontrar sempre é LUCROS muito maiores que GASTOS.

Elimine os excessos


Para manter uma situação estável na empresa, é importante sim que o valor total de gastos não esteja no mesmo patamar do faturamento. Mas se estiver, não entre em pânico!

Por isso, comece eliminando os excessos, que é designado no dicionário como: a quantidade que excede os limites comuns e ordinários de alguma coisa.

Você pode avaliar na própria planilha de gastos, os itens essenciais para operação da sua empresa, desta maneira você consegue reduzir os custos.

Defina o que é indispensável na empresa


Mesmo riscando os excessos, você pode deixar outros itens em aberto para prováveis cortes, assim, se novos cortes no orçamento/custos/gastos forem necessários já estarão sinalizados.

Realce em sua planilha tudo aquilo que é indispensável no ambiente de trabalho, e que a retirada, afetaria diretamente as atividades.

Posteriormente, você entenderá a importância disso!

Foco entre o excesso e o indispensável


Portanto, agora que você já identificou os dois extremos. Há itens que não foram categorizados, isso exigirá que você esteja ciente sobre o status da sua empresa.

Primeiro avalie esses itens. Caso a sua empresa, apenas cortando excessos, sobreviva ao momento de crise, você pode mantê-los.

Porém, se forem dispensáveis, corte-os mesmo assim. Trabalhar de modo preditivo, é mais inteligente.

Mas se ainda não é suficiente, repense-os e os categorize novamente entre excesso e indispensável.

Otimize os gastos


Definidos os gastos que terão que permanecer, que tal otimizá-los?
Procure meios de baixar seus custos e torná-los mais acessíveis. 
Por exemplo: procure novos fornecedores com valores menores, ou opte por renegociar com os atuais.

Um contador pode ser uma boa ajuda nesse momento!
Clique aqui e entenda o por quê -> A importância do contador

Cuide dos clientes


Em tempos de crise, há uma busca constante pela ampliação da carteira de leads. Porém, não esqueça, de focar nos seus clientes, que hoje, mantém o seu negócio.

Por isso, estreite o contato com eles. Busque sempre oferecer seus serviços com excelência e melhorar sempre que possível.

Dica bônus!


Implantar a política de redução de gastos pode tornar sua empresa saudável. Então, não tome grandes decisões de forma precipitada, como empréstimos milionários.

O mercado sofre constantes mudanças, e uma crise pode ser momentânea. Mas, você colherá os frutos de como lidou com a situação, por muito tempo.

Saiba adaptar-se!

Aproveite a crise para crescer, aprender e inovar!

Marketing

Criada em 2016, a equipe de marketing da Online Applications produz conteúdos para os blogs Onbusca e OnlineApp. A equipe é formada por Daniel Peres (coordenador), Gustavo Fernandes e Ruth Silva (design), Larrisa Silva e Livia Silva (produção de conteúdo) e Nathalia Andrade (análise de dados).

Share
Marketing

Criada em 2016, a equipe de marketing da Online Applications produz conteúdos para os blogs Onbusca e OnlineApp. A equipe é formada por Daniel Peres (coordenador), Gustavo Fernandes e Ruth Silva (design), Larrisa Silva e Livia Silva (produção de conteúdo) e Nathalia Andrade (análise de dados).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *